A GROB, empresa alemã líder em maquinação, introduz os CNCs 30i-B da FANUC como componentes de série

Tarefa:
Otimizar a sua gama de centros de maquinação mundialmente reconhecidos, mudando para os CNCs topo de gama da FANUC.

Solução:
Integrar o poderoso CNC 30i-B da FANUC nos centros de maquinação G-series testados e comprovados. Ao fazê-lo, a GROB definiu novos limites para a sua mais recente gama de produtos. As impressionantes opções de CNC da FANUC permitem aos centros de maquinação da GROB operar de acordo com o seu potencial máximo. 

Resultado:
Maior eficiência através de uma nova gama de opções de CNC.


Centros de maquinação universais a nível mundial

A série G da GROB também está disponível com o 30i-B CNC topo de gama da FANUC

É do conhecimento geral, que a GROB tem sido um ator mundial no negócio de sistemas no setor automóvel, há vários anos. No mesmo período, a empresa, com sede em Mindelheim, na Alemanha, consolidou a sua posição e a dos seus centros de maquinação universais com o objetivo de conquistar o mercado mundial: Nas suas instalações de produção na China, em Dalian, estão a ser construídas as versões asiáticas dos bem sucedidos modelos G350 e G550. Além disso, a GROB também disponibiliza estes centros de maquinação universais com controlos FANUC.

O nome GROB reflete competência e fiabilidade. O mesmo também é válido para os centros de maquinação universais de 5 eixos apresentados ao público, pela primeira vez, na feira EMO 2007. Esta série tem vindo a evoluir constantemente: Um ano depois do modelo G350, o referido fabricante de máquinas lançou no mercado um modelo análogo otimizado, o G550, seguindo-se um centro de maquinação totalmente isento de sistemas hidráulicos e o centro de maquinação universal de torneamento-fresagem, de 5 eixos, G550T. Desde a feira EMO 2012, o G750 tem vindo a tornear a série topo de gama de máquinas universais da empresa. Além disso, a empresa continua a expandir a sua rede de vendas internacional, que requer ligações diferentes do negócio de sistemas. A Ásia desempenha um papel crucial neste contexto. Além dos locais de assistência e vendas em Pequim e Shanghai, em junho de 2012, a GROB abriu uma instalação de produção em Dalian, onde, entre outros produtos, estão a ser fabricadas as versões asiáticas das máquinas universais.

"A fiabilidade do CNC e dos sistemas de acionamento FANUC, repetidamente elogiada pelos clientes, facilitou a escolha deste parceiro."
(Alexander Attenberger)

Paralelamente à decisão de produção de máquinas GA, em Dalian, a empresa decidiu disponibilizar as máquinas universais com os novos controlos FANUC. Para evitar equívocos, Alexander Attenberger, chefe do departamento de máquinas universais a nível internacional, apressou-se a esclarecer que a cooperação não se limita às máquinas asiáticas: "Já trabalhamos com a FANUC, desde o ano 2000. No entanto, anteriormente a nossa colaboração centrava-se essencialmente no negócio de sistemas. Atualmente expandimos ainda mais a parceria aos centros de maquinação universais. Significa, portanto, que todas as máquinas da série G estão disponíveis com o CNC da FANUC. Como é óbvio, temos conhecimento de que a FANUC tem uma presença alargada no mercado asiático e é por este motivo que prevemos um nível de aceitação equivalente dos clientes nessa região. Contudo, também aqui na Europa recebemos anteriormente pedidos constantes relativos a centros de maquinação controlados pela FANUC, em especial por parte dos fabricantes contratados.

A GROB respondeu a esta procura, na feira EMO 2013, com a apresentação do G350, equipado com o CNC de série 30i-B da FANUC. Existe um bom motivo para a empresa ter escolhido o controlo topo de gama da FANUC: no mais recente projeto da indústria automóvel, a GROB teve a melhor experiência com este controlo. É por este motivo que as chefias da empresa também decidiram implementar uma classe de controlos de máximo desempenho nos centros de maquinação universais. Alexander Attenberger reforça: "Vamos até ao limite absoluto da gama completa de funções mecânicas, pelo que é lógico escolher também o controlo topo de gama de um fornecedor. A interface garante, em última instância, que o desempenho da máquina será totalmente implementado. O FANUC 30i-B CNC disponibiliza todas as opções para tal, incluindo a escolha de uma programação de 6 eixos completa numa linha de comandos NC, uma função que decididamente pretendemos oferecer aos nossos clientes. Além disso, a fiabilidade do CNC e dos sistemas de acionamento FANUC, repetidamente elogiada pelos clientes, facilitou a decisão a favor deste parceiro."