O grupo Cabe constrói retificadoras, escateladoras e mandriladoras com tecnologia de vanguarda e controlos CNC da FANUC.

Tarefa: Equipar as máquinas com sistemas de acionamento e controlos numéricos, em conformidade com os elevados padrões, em termos de fiabilidade, precisão e programabilidade, requeridos face à complexidade do processamento inovador recentemente introduzido, impossível de alcançar com os controlos eletrónicos tradicionais.

Solução: Graças à colaboração com a FANUC, foram analisadas soluções de controlo baseadas no Oi Mate-MODEL D e no Oi-MODEL D, de modo a viabilizar a programação e uma execução perfeita inclusivamente dos tipos de processamento mais complexos.

Resultado: Atualmente, o nível avançado dos controlos permite às nossas máquinas realizar um processamento inovador que requer movimentos em simultâneo e interpolação dos eixos, de alta precisão e de forma particularmente simples na utilização e programação. 

Escateladoras: processos inovadores.

Em 2004, a histórica empresa Cabe associa-se ao importante grupo BR1, líder em processamento mecânico. Com renovado entusiasmo, a marca transforma-se numa empresa cada vez mais rentável e estimulante, do ponto de vista nível cultural e tecnológico. A gama de produtos é reforçada com a introdução da tecnologia sem escovas com controlo eletrónico e é lançada no mercado a primeira escateladora com controlo de 4 eixos.

Para melhorar a qualidade e o desempenho das máquinas, a Cabe analisa constantemente novas e inovadoras soluções. Ao serem atingidos os limites impostos pelos sistemas tradicionais, os melhoramentos técnicos encontram a sua expressão máxima nos modelos ST4 mais recentes equipados com controlos e motores da FANUC. O sistema tradicional de biela-manivela para manuseamento de ferramentas foi substituído por um eixo linear controlado por servomotor, que garante uma velocidade de corte constante e otimiza a durabilidade da ferramenta. Os quatro eixos (três lineares e um rotativo) são acionados por motores sem escova e são a garantia de obtenção de níveis de precisão incomparáveis, inclusivamente no caso de movimentos interpolados. Trata-se, portanto, de uma tecnologia inovadora para obtenção de níveis de desempenho superiores e de um processamento novo e exclusivo, como as ranhuras cónicas e helicoidais (obtidas através de interpolação de dois eixos), as ranhuras fechadas sem orifício para descarga (com inclinações de descarga até 45°, impossíveis com outras escateladoras), o método de corte Maag, as ranhuras trapezoidais simples e duplas, os hexágonos e os quadrados.

O software foi concebido para orientar o utilizador na configuração da máquina. Graças às páginas personalizadas, são gerados programas ISO parametrizados, que auxiliam os operadores e evitam a necessidade de recorrer a períodos de formação prolongados, inclusivamente, no caso de operações complexas. O sistema de alternância de ferramentas virtual, "VCT" (patenteado pela Cabe), permite uma sequência de dois processos com ferramentas diferentes sem ser necessário parar a máquina para proceder à alteração. Todos os elementos de processamento (ferramentas, origens, ciclos que integram o processamento de filas de espera) são guardados em bibliotecas organizadas ao nível do controlo e garantem uma rápida configuração da máquina.

 

Retificadoras: processamento único.

Em 2013, a Nesi, a histórica empresa italiana especializada na construção de retificadoras, passa a integrar o grupo. Alvo de melhoramentos a todos os níveis e apresentando um design completamente novo, a nova gama de retificadoras está equipada com sistemas de controlo da FANUC. Nas configurações com eixos interpolados é utilizado o modelo Oi-Mate-MODEL D. Os modelos que efetuam movimentos com eixos interpolados, exigidos pelas formas geométricas complexas, estão equipados com o modelo Oi-MODEL D com ecrã tátil.

O SMART PRO 500 mais recente representa o modelo topo de gama e inclui controlo até quatro eixos interpolados. Esta máquina resulta de um projeto de design especial levado a cabo pela equipa de engenharia da Cape que, com este modelo, redefiniu os padrões históricos das máquinas Nesi.  A nova retificadora carateriza-se pelos motores sem escovas (eixos X, Z, Y) e pelos binários (eixo A), tendo em vista a obtenção de uma dinâmica de funcionamento superior e um posicionamento de alta precisão. O eixo longitudinal (mesa de trabalho) e o eixo transversal (cabeça com suporte de guia) são executados em calhas com atrito de rolamento, ao passo que os eixos lineares obtêm máxima precisão, graças aos fusos de esferas recirculantes, retificados e pré-carregados.  A máquina, que retifica automaticamente fresadoras, máquinas de fundição, mandriladoras, escareadoras e torneadoras e efetua a retificação de superfícies planas e cilíndricas internas e externas, apresenta uma excelente precisão no corte e proporciona flexibilidade na utilização. Graças ao software dedicado desenvolvido em colaboração com a FANUC, a retificação de formas geométricas complexas (por exemplo, ângulos de inclinação de fresas cilíndricas, cónicas ou helicoidais) é executada automaticamente com simplicidade máxima. Tal como acontece com as escateladoras, todos os elementos (retificadores, origens) e sequências de processamento são memorizados no CN e podem ser facilmente reinvocados. Até a adição de novas operações resultantes de pedidos específicos por parte do cliente é imediata, graças à modularidade na base da conceção e criação da interface do utilizador.

 

Mandriladoras: tecnologia de ponta.

Em 2014, a Manaca associa-se ao grupo. A entrada da empresa enriquece a Cabe com uma gama completa de mandriladoras eletromecânicas e hidráulicas com mesa fixa e móvel. Toda a gama é caraterizada pela alta qualidade e inovação, atualmente visionadas sob uma nova perspetiva por parte da equipa de engenheiros da Cabe.

Relativamente às máquinas eletromecânicas, em particular, o processo de reengenharia traduziu-se na instalação de motores e controlos da FANUC. Decisão esta que veio assegurar determinados fatores chave, como exemplificado em seguida: dinâmica melhorada que garante a minimização do tempo de inatividade, velocidade de mandrilagem uniforme, leitura da posição da peça processada e verificação atempada da tensão de mandrilagem através de alarmes e limiares de aviso. O controlo utilizado, o Oi-MODEL D com ecrã tátil, garante versatilidade e facilidade de utilização. A lógica de operação desenvolvida representa uma inovação genuína no setor das mandriladoras: a função de "autoaprendizagem" permite a memorização de posições de trabalho importantes durante a fase de alternância de ferramentas, reduzindo, assim, drasticamente o tempo de inserção e a subsequente possibilidade de ocorrência de erros.

Para o dimensionamento correto de uma mandriladora é necessária uma personalização abrangente baseada nos requisitos específicos do cliente: começando com uma análise atenta e minuciosa das funcionalidades das peças a mandrilar e dos mandris a utilizar é definido um ou mais ciclos de trabalho. É fundamental que os ciclos de trabalho sejam executados de forma igualmente uniforme e precisa, sem sobrecarregar o motor. Por este motivo, a gama de motores sem escova da FANUC representa um vantagem inquestionável em termos de flexibilidade e competência.

 

Máquinas e software personalizados.

Com uma vontade de evoluir, adquirir novos conhecimentos e superar constantemente os seus próprios limites, o grupo Cabe é constituído por uma equipa de especialistas, com capacidade para análise das esquematizações mais complexas e identificação das soluções mais adequadas, além da disponibilização do acompanhamento subsequente dos clientes no processo de tomada de decisão.

A escolha dos sistemas de acionamento e controlos da FANUC, em conjunto com o desenvolvimento do departamento de software interno, continua a representar uma base de suporte excecional em termos de qualidade e fiabilidade para os clientes. Além disso, este contexto é igualmente essencial para a concretização dos projetos do grupo e manutenção constante da inovação, como argumenta em termos absolutos a Cape.